quarta-feira, 28 de agosto de 2013

ABDULLAH ANSARI (1005-1090)

Khawaja Abdullah Ansari foi um poeta persa, místico Muçulmano nascido em Herat, no ano de 1005, e falecido em 1090. Além de poesia, escreveu muitos livros sobre misticismo islâmico e filosofia. Escrevia em árabe e na língua persa.

ESTE É O MEU FIM E O TEU

Minha casa está em ruínas;
Os frutos do meu trabalho foram engolidos.
E meus filhos não encontram lugar em minha casa;
Outro dorme em minha cama.

Eu agora verto lágrimas de arrependimento,
E lamento por meus erros.
Que meu estado lhe sirva de advertência
Para trabalhar enquanto é tempo.

O pássaro da alma voará
E deixará o corpo desabitado
A relva crescerá sobre o túmulo,
E talvez desabroche uma flor.

O QUE É ESTE AMOR?

Quando Mansur foi aprisionado
Por proclamar a unidade com Deus,
Seu amigo Shibli perguntou-lhe:
"O que é este amor?"

"Venha amanhã
Para a resposta," disse ele.
Shibli obedeceu e encontrou Mansur
Olhando para a forca.

Mansur olhou-o
E disse, "Leia a resposta:
O amor começa ao absorver o'Eu'
E termina desta maneira":

"Sua corda aperta
Para espremer o ego
Então, vem o teste da Cruz.
Se tu compreendes o segredo, fica; senão, vá"

A CAABA

Vigia atentamente o estado de tua própria mente.
O amor a Deus começa na inocência.
Saibas que o profeta construiu uma Caaba externa de barro e água,
e uma Caaba interna na vida e no coração.
A Caaba externa foi construída por Abraão, o Santo;
a interna é santificada pela glória de Deus mesmo.
No caminho de Deus dois locais de adoração marcam as etapas.
O templo material e o templo do coração.
Empenhe-se para adorar no templo do coração.
Oh! Mendicante, o paraíso é apenas uma tentação;
o objetivo real é a própria casa de Deus.

ELAHI, ELAHI

Oh meu Deus, meu Deus!
Todas as tristezas do mundo,
quando eu penso em Ti,
tornam-se regozijo.

Oh meu Deus...
Todas as alegrias do mundo,
quando eu não penso em Ti,
são somente orgulho e vaidade.

Oh meu Deus...
Dá-me felicidade nesta terra
na esperança da Ressurreição.

Oh Senhor, intoxica-me com o vinho do amor,
ata-me para sempre com as cadeias do amor,
libera-me de toda auto estima, destrua-me,
traze-me de volta à vida em Teu amor.

Constantemente meu coração arde de amor por Ti,
minha alma, no mais recôndito de meu ser,
comove-se apenas por Ti.
Se mesmo uma planta crescesse em minha sepultura,
cada uma de suas folhas expressaria meu amor por Ti.

CONQUISTE O CORAÇÃO

Jejuar, apenas significa poupar pão,
A prece formal é a ocupação
De velhos e velhas,
A peregrinação é um prazer do mundo,
Conquiste o coração,
A sua sujeição é uma conquista de fato.

Se podes caminhar na água
Tu não és melhor do que uma palha.
Se podes voar no ar
Não és melhor do que uma mosca.
Conquista teu coração
Para que possas te tornar alguém.

Um homem passa setenta anos em aprendizagem
E fracassa em iluminar-se.
Outro, em toda a sua vida nada aprendeu
Mas ouve uma palavra
E é consumido por ela.

Nesse caminho o argumento não tem valor;
Busca, e poderás encontrar a verdade.

Um comentário:

  1. Sem nunca ter ouvido falar nesse Sr, neste noite sonhei que dizia a uma mulher orgulhosa que era a atual proprietária de uma bela e muito antiga fazenda no interior do Brasil, precisamente em Mato Grosso, que ela não deveria envaidecer-se tanto do que pensava possuir, que havia na Terre lugares muito mais bonitos, como o templo de Abdullah na Africa Oriental ou mesmo o Taj Mahal na Índia e que ela não era possuidora e sim guardiã momentânea do lugar que pensava possuir e que aliás, as outras guardiãs que ali estiveram antes dela e até mesmo a verdadeira dona, que tudo mandou erguer, não estavam nada contentes com a sua postura, desrespeito e o mal zelo que tinha pelo local onde ela estava (sempre enfatizando) temporariamente tomando conta, que não se esquecesse que a posse que pensava ter era uma ilusão e que mesmo no interior da Bahia haviam locais mais belos, aqui mesmo no Brasil, para não precisar ir tão longe fazer comparações. - Interessante para mim que antes desse sonho nunca ouvira falar em tempo de Abdullah... e por isso vim pesquisar. Agora vendo bem acho que minha referencia ao templo de Abdullah tinha um significado mais místico do que propriamente físico, talvez eu quis dizer a ela sobre a segunda Caaba. É intrigante a mente humana tão pouco usada, e capaz de sem sono mergulhar em aventuras fantasticas... Pelo menos a mim, não é raro ocorrer... Outro sonho a m tempo atras, eu conversava em Árabe com um rapaz arabe cujo pai havia falecido, e usava uma tunica branca... Owww, eu sou Brasileira agora... de onde terá saido isso? Rs..

    ResponderExcluir